APROVADO PLANO DE ATIVIDADES 2018 COM ORÇAMENTO DE 990 MIL EUROS

O Presidente da Direção da Terras de Sicó, Nuno Moita, apresentou os objetivos estratégicos que a Associação de Desenvolvimento aprovou em Plano de Atividades para 2018, suportado num orçamento de 990 mil euros, que permitirão consolidar as tarefas herdadas do passado histórico enquanto Associação de Desenvolvimento Local, mas também identificar novos horizontes e novas propostas a favor do território de intervenção e suas populações.

Em primeira linha, é fundamental cumprir os objetivos definidos nos projetos em curso e atingir as metas propostas, colocando a ADL num posicionamento favorável para a reprogramação técnica e financeira prevista para 2018, nomeadamente do DLBC TERRAS DE SICÓ 2020 e do SI2E – CENTRO 2020.

Em segunda linha, verifica-se a necessidade de recuperar alguma intervenção estratégica no setor primário. Após o trabalho de anos no apoio à produção e aos pequenos produtores, é hora de capitalizar esse trabalho e contribuir para a qualificação do setor. A criação de um circuito curto de comercialização dos produtos “SICÓ” – referência na origem e matriz territorial – que chegue ao consumidor final; a criação de mercados de gado para pequenos ruminantes e a qualificação do cabrito e borrego e mel serra de Sicó com processo técnico para a constituição de duas IGP; o apoio às organizações de produtores e a promoção dos mercados locais, são propostas assumidas para o ano em curso.

Em última linha, também decisiva, é crucial reforçar a competitividade e a cooperação territorial, na qual deverá ser tarefa primeira a implementação do projeto da RAC - Rede das Aldeias do Calcário e o estabelecimento dos acordos de cooperação interterritoriais e transnacionais, designadamente no âmbito do DLBC, afirmando modelo de intervenção reconhecido no histórico do desenvolvimento local, quer enquanto entidade parceira de projetos e de transferência de saberes, quer como entidade representativa do território em novos desafios.

PRINCIPAIS INICIATIVAS PARA 2018

CUMPRIR AS METAS DOS PROJETOS EM CURSO

DESENVOLVIMENTO RURAL

No enquadramento do PDR 2020, a ADL dará continuidade à coordenação e gestão do DLBC TERRAS DE SICÓ 2020, particularmente na Medida 10 - LEADER com apoio aos pequenos investimentos nas explorações agrícolas, transformação e comercialização, diversificação de atividade, cadeias curtas e mercados locais e promoção de produtos de qualidade.

DINAMIZAÇÃO DA BASE ECONÓMICA, CRIAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL

No Âmbito do SI2E, apoio a projetos de investimento para expansão de pequenas e microempresas de base local e projetos de criação do próprio emprego ou empresa por desempregados ou inativos que pretendam voltar ao mercado de trabalho.

RECUPERAR A INTERVENÇÃO NO SETOR PRIMÁRIO

CADEIAS CURTAS E MERCADOS DE GADO

No âmbito da operação M.10.214 – Cadeias Curtas e Mercados Locais apresentar candidaturas para a construção de mercados de gado para pequenos ruminantes, servindo também de apoio à comercialização da fileira agro. Relativamente à candidatura a apresentar no âmbito das cadeias curtas, ela deverá enquadrar a aquisição de equipamento para apoio a um calendário anual de mercados de proximidade concelhios– circuitos curtos de comercialização (inclui-se aqui a feira do queijo Rabaçal com ações e materiais de promoção dos produtos). Finalmente deverá ainda acomodar um estudo de branding & marketing para os produtos “marca SICÓ”.

EXPOSICÓ 2018

Iniciativa a organizar pela TERRAS DE SICÓ, a ter lugar em Alvaiázere e a decorrer no fim-de-semana de 19 e 20 de Maio de 2018. A iniciativa será articulada com o Município de Alvaiázere, quer do ponto de vista operacional, que na conceção da proposta de programação a ela associada. Uma vez que será a 30ª Edição e neste ano a sub-região de Vinhos Terras de Sicó comemorará os 25 anos de existência, deverá o programa ter estes dados em consideração, designadamente propor à VINISICÓ uma ação comum que evidencie as datas referidas.

CONCURSO 7 MARAVILHAS À MESA

Apresentar candidatura oficial ao novo concurso “7 MARAVILHAS À MESA”, promovendo o território e os produtos e produtores da nossa fileira agro.

LOJA DO INTENDENTE – ESPAÇO DE PROMOÇÃO DE PRODUTOS E TERRITÓRIOS RURAIS

Projeto de promoção de produtos e territórios em Lisboa, através de um espaço de comercialização que reúne um agrupamento de entidades adjudicantes com a ADER-Al (Associação para o Desenvolvimento em Espaço Rural do Norte do Alentejo), CoraNE (Associação de Desenvolvimento dos Concelhos da Raia Nordestina), Pinhal Maior (Associação Desenvolvimento do Pinhal Interior Sul), MONTE (Associação de Desenvolvimento do Alentejo Central) e Tagus (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior).

EEC QUEIJOS DOP E IGP DA REGIÃO CENTRO

O “Programa de Valorização Económica e Territorial da Fileira do Queijo na Região Centro” pretende dar um contributo fundamental para a valorização económica de um importante recurso endógeno existente na Região Centro: o Queijo. Nesta EEC a Terras de Sicó posicionar-se-á como parceira tendo como identidade o queijo Rabaçal – DOP.

REFORÇAR A COMPETITIVIDADE E A COOPERAÇÃO TERRITORIAL

REDE DE ALDEIAS DO CALCÁRIO NO SICÓ – RAC

 No âmbito da operação M10.216 - Renovação de Aldeias, apresentar candidatura em parceria com os Municípios para a criação da Rede de Aldeias do Calcário – RAC, cujo âmbito territorial será o território de intervenção da Associação de Desenvolvimento, identificando o Recurso Endógeno – CALCÁRIO, enquanto elemento singular e distintivo deste espaço geográfico, sendo ponto de partida para a idealização de uma estratégia de valorização e um programa de ação inovadores, permitindo a geração de dinâmicas com poder de estruturação económica do território de intervenção.

EEC VILLA SICÓ

Retomar o trabalho de promoção e competitividade territorial associado ao eixo da romanização, avaliando a sua atual situação no sentido de poder ser redefinida uma estratégia que dê continuidade ao plano de ação traçado e rentabilize o investimento assumido. Neste contexto, deverá ser equacionado um papel para a Terras de Sicó no âmbito das dinâmicas de promoção de Conimbriga e eixo da Romanização SICÓ à proposta de classificação enquanto património mundial pela UNESCO.

SICÓ – A DIMENSÃO CULTURAL DE UMA PAISAGEM PROTEGIDA

Projeto de apoio técnico à identificação e articulação em rede de sítios a classificar no domínio “património natural”, dando extensão aos trabalhos já referenciados pela Terras de Sicó nas publicações “Dolinas e Lagoas em Sicó” e “Sicó – Lugares Notáveis do Património Geomorfológico”, oportunamente editados. Este projecto, entre outras referências, deverá ser suporte à RAC – Rede de Aldeias do Calcário e à constituição de um parque natural intermunicipal no maciço de Sicó.

REDE LEADER 2020 – FEDERAÇÃO MINHA TERRA

Na qualidade de associado da Federação Minha Terra, a Terras de Sicó terá um serviço de assistência técnica denominado "REDE LEADER 2020: Qualificar, Cooperar, Comunicar" que tem como objetivos, qualificar as equipas técnicas e capitalizar a experiência e o trabalho desenvolvido pelos Grupos de Ação Local (GAL), entidades responsáveis e envolvidas na implementação, acompanhamento e execução das ações da Medida 10 LEADER/DLBC do PDR2020. O projeto é liderado pela Federação Minha Terra, (FMT) numa parceria com os 54 GAL e com a DGADR/RRN.

 

 

Data da notícia: 12 Novembro 2017