DLBC 2020DLBC - Desenvolvimento Local de Base Comunitária

GAL Terras de Sicó 2020
Uma parceria, um compromisso…

 

 
 Visão Estratégica para Sicó 2020

 

                                                                                             
 
Da combinação entre os diversos contributos fornecidos pelos agentes locais e a análise SWOT, e após várias iterações no sentido de chegar a um consenso, resultou a seguinte Visão para a região de Sicó, partilhada pelos parceiros:
Região capaz de promover o crescimento económico sustentável, a melhoria da qualidade de vida com vista à fixação e atração de população, bem como o turismo de referência, aliando o reforço da qualificação ao uso eficiente dos recursos endógenos.

Pelo confronto entre a visão construída pelos agentes locais e o estado atual da região apurado através do diagnóstico, resultam os desafios para a EDL, traduzidos em 4 pilares (Inclusão Social; Empregabilidade; Competitividade; Ambiente e Sustentabilidade), que se procurarão atingir através da focalização nas seguintes áreas prioritárias de intervenção:
 
· exploração dos fatores distintivos do território (recursos naturais e históricos), incluindo a promoção de atividades turísticas;
 
· incremento do valor criado no setor primário e atividades relacionadas;
· aposta na economia social;
· desenvolvimento das PME e micro empresas;
· apoio ao empreendedorismo.
 
No mesmo esquema são evidenciados, na base, os elementos determinantes para sustentar o desenvolvimento local, isto é os fatores críticos de sucesso para a concretização da presente EDL:
 
·  a existência de um modelo de governação eficaz da parceria (por forma a garantir os resultados pretendidos e conduzir a taxas de execução superiores);
·  o alinhamento entre a estratégia definida para Sicó e as estratégias nacional, regional e sub-regionais;
· a necessidade de uma maior partilha de experiências, traduzida ao nível da cooperação interterritorial e transnacional;
·  um maior nível de inovação social;
·  uma maior cooperação empresarial e entre produtores, fundamental para ganhar escala e, nomeadamente, aumentar o poder de negociação e a capacidade de internacionalização;
·  uma maior cooperação com entidades de transferência do conhecimento – por forma a potenciar a necessária inovação e incorporação de tecnologias, permitindo subir na cadeia de valor;
·  uma maior capacidade adaptativa regional, capacitando e qualificando a população para o efeito.
 
 
Proposta macro de Estratégia de Desenvolvimento Local para Sicó